29 QUASE 30

24/09/2020

Hoje faço 29 anos. Estou quase nos 30. Confesso que nos últimos tempos nem sempre tenho sabido lidar com esta informação muito bem. Na minha cabeça a esta hora eu já estaria no meu emprego de sonho, casada e com filhos. Mas está tudo bem. Também aprendi nos últimos tempos que a vida segue a ritmos diferentes para todos nós. Que percorremos percursos muito nossos que servem para nos ensinar muitas coisas, mas só a nós. A vida é para cada um muito personalizável apesar de nós querermos sempre ser igual a A, B ou C. Não fiz ainda um terço do que quero fazer na vida, mas aos poucos vou conquistando tudo aquilo que sonhei e ainda sonho fazer. Com a minha idade já me imaginava a ter feito tantas outras coisas mas a vida decidiu que antes de eu fazer todas essas coisas eu deveria aproveitar outras tantas, aprender com os melhores e dar-me a oportunidade de estar mais com os meus. Quando era mais nova tinha sempre a ânsia de ser mais velha, de ter um trabalho e de ser independente. E hoje dou muitas vezes por mim saudosista dos momentos em que era jovem e sem responsabilidades e a querer ser pequenina outra vez. A querer viver uma série de coisas que na altura acho que não aproveitei a 100%. Mas também porque apesar já estar quase nos 30 eu não me sinto com essa idade. Olho agora para a minha vida e tenho outros objectivos que antes não tinha. Penso agora que nunca é tarde para nada e que ainda há tanta coisa para viver. Hoje faço 29 anos, ainda não estou no meu emprego de sonho, ainda não apareceu o amor da minha vida e ainda não tenho filhos, mas está tudo bem. Um dia tudo vai acontecer porque querer apressar a vida é querer viver mais do que aquilo que ela nos dá e isso não tem piada nenhuma. E agora vamos lá aproveitar o último ano na casa dos vinte.

Join the conversation!

© Diário da Chris. Design by FCD.