CINEMA | KLAUS

24/01/2020

Este foi o filme de Natal da Netflix. Vi com entusiasmo uma vez que o Natal é uma das minhas alturas do ano favoritas. Mas depois o filme esta nomeado aos Oscars e eu fiquei feliz e por isso estou aqui hoje a falar-vos do mesmo.
"A amizade improvável entre um carteiro egoísta e um solitário fabricante de brinquedos vai levar alegria e entusiasmo ao lugar mais frio, sombrio e infeliz do mundo."

No mundo deste filme existe uma empresa de carteiros onde o chefe dos carteiros vê-se com dificuldade em tornar o seu preguiçoso filho um carteiro trabalhador. Por isso ele decide enviar o seu filho para um lugar remoto onde nenhum carteiro alguma vez teve sucesso e com a promessa que quando ele conseguisse alcançar um objectivo ele poderia retornar à sua vida. Só que o desafio logo se tornará algo diferente e a história tornar-se-á algo mágica.

Confesso que adoro filmes de Natal e este não foi excepção. Quando um carteiro preguiçoso vai parar a uma cidade onde toda a gente está de costas voltadas uns para os outros, onde ninguém é feliz e onde toda a gente passa dificuldades ele vai enfrentar muitas dificuldades porque o trabalho dele enquanto carteiro é sempre sabotado por todos os habitantes da cidade. Mas claro que todos os filmes de Natal têm de ser mágicos e por isso este não podia ser diferente e aquilo que ao início era negro rapidamente se torna mágico. Este filme torna-se ainda mais especial porque vai abordando temas como a educação, a importância de se escrever cartas, ou o facto de todos nos devermos respeitar independentemente dos nossos ideaias que acho que são temas que acrescentam muito ao filme e que o tornam ainda mais especial.

O filme é muito bonito visualmente o que nos faz ficar agarrados ao ecrã, tem uma banda sonora fantástica e mostra-nos a história do Pai Natal de uma forma diferente mas muito cativante. Não sei se terá alguma hipótese na corrida aos Oscars, pelo menos na minha opinião, porque apesar de ser um filme bom e fofinho, para mim não passa disso. Mas claro que recomendo muito que o vejam.


Join the conversation!

© Diário da Chris. Design by FCD.