BOOK | AMY AND ROGERS EPIC DETOUR

17/11/2015

Amy and Rogers Epic Detour era um livro que eu já estava com alguma curiosidade para ler mas que queria guardar especificamente para ler este verão porque o seu grande tema é uma road trip. E eu este verão como queria ler alguns livros com o tema road trip apostei neste.

Amy Currey é uma rapariga como tantas outras, mas também como todas as outras com os seus problemas. O seu pai morreu num acidente de carro. O irmão está numa clínica de reabilitação. E a mãe simplesmente decidiu mudar-se para o outro lado do país numa tentativa de mudar de vida. Atrás da mãe a Amy também tem de ir e numa forma de tentar que a filha se distraia um pouco decide planear uma road trip para que a Amy fique a conhecer um pouco melhor o país. Como sua companhia ela vai levar Roger, o filho da melhor amiga da mãe de Amy. Quando a viagem começa eles apercebem-se que o itinerário que a mãe escolheu é muito chato e então eles decidem mudar um bocadinho os planos e tornar a viagem muito mais interessante a todos os níveis. 


Antes de mais aquilo que me chamou à atenção neste livro foi simplesmente a sua edição. À partida eu já sabia que a história seria um YA contemporâneo com uma road trip, mas é raro este tipo de livros ser diferente e original ao ponto de ser ilustrado com partes mesmo da história. À medida que a viagem avança a autora foi colocando uma playlist ou outra, talões de restaurantes, fotografias, entradas de diário sobre a viagem. Todos estes promenores fazem toda a diferença enquanto vamos acompanhando a história principalmente quando é uma viagem.

E depois claro adorei toda a história que pauta este livro. Por um lado a Amy e todas as suas inseguranças, desde a morte do pai ao dilemas que ela vive com o irmão. Mas gostei de ver também a forma como a autora balanceou os três grandes pontos do livro.Os grandes problemas da Amy e do Roger, a viagem e o romance. Todos tiveram direito ao seu momento de destaque abordados ao seu tempo e ritmo e nunca se sobrepondo a nenhum. Todos foram importantes para o desenvolvimento da trama e fizeram com que a mesma tivesse ritmo, movimento, sentimento, romance e aventura.

E este foi claro um livro do qual eu gostei muito e que recomendo sem sombra de dúvidas para se ler durante o verão por aliar o tema verão, road trip e claro um nadinha de drama e romance.


Join the conversation!

© Diário da Chris. Design by FCD.