CURTAS ANIMAÇÃO | DEAR BASKETBALL, GARDEN PARTY, LOU, REVOLTING RHYMES

E o último post sobre os filmes nomeados aos Oscars de 2018 está aqui. Guardei para o fim o post sobre as curtas de animação, uma área que eu tenho vindo a gostar muito e os nomeados deste ano surpreenderam-me também. Neste post só falta a curta "Negative Space" que ainda não está disponível nas internets da vida e que é o grande favorito à estatueta por muitos. Eu só vi o trailer e gostei muito do que vi.


"Dear Basketball" é uma carta em forma de filme que Kobe Bryant escreve na noite em que se retirou do desporto profissional na NBA. É uma carta onde ele descreve o seu amor ao basketball desde criança até adulto já quando ele o joga de uma forma profissional. É tão bonita esta animação não só pela história de um menino que sonhou com este jogo até à própria animação que é muito bonita. A mesma utiliza como recurso o desenho e é através de um traço simples de carvão que vamos acompanhar a história e a narração do protagonista. Depois o mesmo apenas utiliza como pano de fundo algumas cores, por vezes mais arroxeados outros mais dourados, afinal o enfoque da história é a história em si e não os meros detalhes de um filme. Gostei mito e recomendo.

Imaginem-se dentro de um jardim de uma casa onde o caos impera e os animais tomaram conta do jardim. Vemos a forma como eles vão explorando o jardim e a casa em busca de comida e talvez até um pouco de curiosidade do porquê de a casa estar da forma como está, e só vos digo a curta é misteriosa mas muito surpreendente. Mas esta curta vale muito pela sua qualidade técnica, não só de animação, uma vez que a mesma parece muito real, não só nos animais mas na casa em si e nas luzes e nas cores naturais e artificiais. É realmente surpreendente a forma como a animação está a evoluir e esta curta é a prova disso. Mas também vale pelo seu enredo porque uma curta silenciosa, onde os animais estão no comando consegue nos prender a atenção e fazer com que queiramos perceber mesmo o que se está ali a passar. Recomendo muito.

"Lou" é a curta de animação mais fofa dos nomeados. A mesma passa-se no recreio de uma escola onde os miúdos ao longo do intervalo vão deixando cair coisas no pátio e exsiste uma entidade que quando eles regressam às aulas ela percorre o recreio e os recolhe na caixa dos perdidos e achados. Ao mesmo tempo que vamos acompanhar o rufia da escola a amolecer o seu coraçãozinho graças à ajuda do Lou. Uma animação fofa sobre o poder que os objectos têm na nossa vida principalmente quando somos jovens e eles nos ligam e conectam a alguém. É uma curta que vale muito a pena.

Esta é talvez a minha curta favorita dos nomeados. Baseado num livro de Roald Dahl esta é uma história surpreendente e uma curta muito bonita. A história começa quando um lobo entra num café e decide sentar-se à mesa de uma senhora que é ama. A ela decide contar uma história ou um conjunto de histórias interligadas que o conectam a ele e têm uma outra intenção por trás. As histórias que ele conta são bem conhecidas nossas, como a capuchinho vermelho, a branca de neve e os três porquinhos, mas contadas de outras perspectivas e com outros finais. A forma como o lobo conta as histórias e as mesmas estão interligas faz com que tenhamos outro olhar sobre as mesmas e que fiquemos com uma enorme vontade de devorar a curta tal é a forma de envolvimento que a mesma nos provoca. Para além da história ser espectacular a animação também é muito bonita e dá há história outra beleza. Uma curta que me apaixonou e a minha favorita das nomeadas. 

E assim terminamos a corrida aos Oscars.
Espero que tenham gostado e que tenha servido ara vos aguçar a curiosidade para ver alguns deles.



Sem comentários