CINEMA | ICARUS

Gosto muito de documentários e gosto sempre de ver os que estão nomeados aos Oscars. Quando vi o trailer deste fiquei logo curiosa porque fala de desporto e de um tema ainda muito tabu nele, o doping. Hoje falo-vos do filme "Icarus".
Quando o ciclista amador Bryan Fogel começa a descobrir a verdade sobre o doping no desporto de alta competição, decide entrar de cabeça numa experiência ousada para comprovar a incompetência do método de controle dos atletas. A sua investigação, no entanto, transforma-se em algo muito maior quando o médico russo que o orienta no processo se vê no centro de um enorme escândalo que compromete os resultados dos últimos Jogos Olímpicos de verão e inverno e envolve até a temida agência russa de segurança.

Quando comecei a ver o documentário estava a gostar imenso do tema. Um atleta, apaixonado pelo desporto decide um dia inscrever-se na pior prova de ciclismo para amadores e tentar a sua sorte. Da primeira vez que a faz, fá-la de uma forma completamente saudável e acaba nos dez primeiros lugares. Depois decide começar a gravar o documentário e pegando no Armstrong decide seguir o programa de doping e ver que consequências o mesmo teria no seu corpo e se por acaso conseguiria ou não passar no teste anti-doping. Inicialmente ele pede ajuda a um médico norte americano que fala para o documentário mas que com medo de perder o seu estatuto acaba por recusar o pedido de Bryan e o encaminha para um médico russo especialista no doping. É aí que ele conhece o Grigory um médico russo que pertence ao laboratório que controla o doping russo, mas que também o produz e o camufla na alta competição de lá. Juntos planeiam todo um esquema de treinos e drogas e tudo parecia correr bem. Até ao dia em que um escândalo se abate sobre a federação do desporto russa após a exibição de um documentário sobre o doping na Alemanha e o documentário muda completamente o rumo. Quando Grigory vê a sua vida ameaçada acaba por fugir para a América e assistir ao rebuliço que foi a descoberta de todo um esquema de doping na Rússia.

Mais do que é o doping ou de como o mesmo pode ou não ser camuflado este documentário é muito audacioso ao não ter qualquer tipo de pudor em mostrar mesmo os esquemas e ao colocar a falar cientistas que estiveram no terreno e que de uma forma ou de outra foram coniventes com práticas de anos no desporto de alta competição. Basta pegarmos no exemplo do Lance Armstrong que durante anos conseguiu enganar todos os testes e ganhar tudo o que havia para ganhar, e no entanto ele utilizava o doping. E se no início deste filme vemos aquilo que um atleta tem que fazer e passar para poder usar o doping e para que o mesmo passe despercebido, na segunda parte percebemos como uma nação o conseguiu fazer durante décadas, mesmo quando as normas internacionais apertavam. Mais do que um esquema falamos de uma nação com poder e dinheiro e que infelizmente acabou por sair um pouco impune de toda esta situação. Menos sorte teve quem denunciou, tendo sido um alegadamente morto e o Grigory estando em parte incerta no programa de testemunhas da justiça norte americana.

O documentário é muito bem feito e produzido, desde a parte inicial mais focada no atleta, como na segunda mais focada na investigação e nos seus testemunhos. Um documentário que só posso recomendar e que teria grandes hipóteses na gala dos Oscars não fosse o mesmo abordar uma sociedade ainda com enorme poder na América.



Sem comentários