CINEMA | A GHOST STORY

Quando o trailer deste filme saiu eu fiquei logo muito curiosa com ele. A princípio até achei que o mesmo seria de terror, afinal a sua imagem é um fantasma. Mas assim que vi o trailer, fiquei muito surpreendida e com imensa vontade de ver o filme. E que grande filme é este. 

Um fantasma regressa a casa para tentar comunicar com a sua mulher.
 Pensem na premissa mais simples de um filme. Um casal que se ama muito, acaba por sofrer um infortúnio quando o homem acaba por ter acidente de carro e morrer. No hospital ele acaba por "levantar-se" e ao andar para a frente fica com o lençol no corpo e fica com a forma de um fantasma. Conectado à casa onde ele e a mulher viviam, ele vai regressar a essa casa e acompanhar a mulher no seu estado de luto. E apesar de ser um filme simples é também um filme tão poderoso. Porque nos seus silêncios diz tanto, na mulher que se corrói no seu luto e estado emocional, ao fantasma que não consegue abandonar a terra por estar ligado a um sentimento que simplesmente não o deixa ir. É lindo porque se sente amor e tristeza, ligação e sentimento. E com o qual facilmente nos conseguimos ligar. Há um sentimento de pertença e de conexão que acompanha o filme e apesar de ser praticamente mudo o mesmo não perde ritmo e emoção.

 O filme depois ganha um outro tom pela sua filmagem, realização e edição. Gravado em formato de quadrado o realizador queria passar para o telespectador uma ideia de finitude, quase que uma claustrofobia. Eu, vi o filme quase como uma fotografia daquelas antigas que complementada pela filmagem quase sempre com a câmara parada faz com que as imagens pareçam mesmo uma fotografia parada e só com os personagens a avançar. Depois a fotografia torna tudo ainda mais bonito, assustador, melodramático e até algo cómico. Mas sempre com o tema amor no fundo e isso faz com que não queiramos largar mesmo o filme. 


Este é com certeza um dos meus filmes favoritos de 2017, e um dos que vai ficar para a vida. Acho que não saberem demasiado sobre ele vai adicionar magia quando o forem ver e a surpresa é o seu maior trunfo. Por isso recomendo muito que o vejam. 

Sem comentários