CINEMA | SING STREET

Fui ver este filme meio no desconhecido pois não sabia bem ao que ia. Só sabia que o realizador já tinha realizado um filme que tinha visto e por isso seria um musical. E digo-vos este ficou um dos meus filmes favoritos de 2016 e talvez no meu top de favoritos da vida. Um filme surpreendentemente bom.

Nos anos 80, um rapaz de Dublin forma uma banda a fim de impressionar a misteriosa rapariga de quem gosta.

Este filme conta-nos a história de uma família que à beira do divórcio e com problemas financeiros decidem colocar o filho mais novo numa escola pública para poupar algum dinheiro. Na escola ele acaba por conhecer uma rapariga e por se apaixonar por ela e numa tentativa de a impressionar diz-lhe que tem uma banda. Rapidamente ele terá que criar uma banda e aperceber-se de que ele realmente gosta de cantar e compor e que esse é o seu maior sonho.

Estamos em Dublin e nos anos 80 não existiam muitas oportunidades e vemos neste ambiente um rapaz a querer prosseguir um sonho o de cantar e conquistar a rapariga dos seus sonhos. No meio da brincadeira ele apercebe-se de que tem jeito e este poderá ser o seu futuro, mas terá ele coragem para seguir os seus sonhos. No meio disto tudo ele terá que conviver com os problemas familiares dos pais, com o irmão mais velho que também tinha o sonho da música, com os colegas da escola que nem sempre são fáceis e que o vão fazer passar um mau bocado e no fundo com ele próprio, com as suas dúvidas e com os seus sonhos. E este foi um filme surpreendente em todos os aspectos. Primeiro pelo seu argumento que nos mostra que nem sempre filmes sobre super estrelas ou miúdos populares são os melhores, depois todo o ambiente dos anos 80 que está espectacularmente retratado no filme e que nos faz mesmo regressar àqueles anos. A fotografia e a realização do filme também estiveram muito bem, mas tenho que ressalvar a banda sonora do filme que é simplesmente maravilhosa e uma que não saiu dos meus ouvidos desde que vi o filme. Há musicas dos anos 80 presentes no filme muito boas, mas também músicas originais interpretadas pela banda criada pelo protagonista que são fantásticas. O filme envolve assim todo um pacote muito bom e que recomendo muito.


Um filme que recomendo muito!

Sem comentários