BOOK | 'O ÚLTIMO ADEUS' DE CYNTHIA HAND

‘O Último Adeus’ foi sempre um livro que me despertou curiosidade. Desde o tema à sua capa algo ali me dizia que eu ia gostar do livro. A nossa capa acaba por não ser tão apelativa, mas vão por mim aquilo que estas páginas contam é tão profundo e tão bonito que vocês vão voar nestas páginas e gostar muito. Eu pelo menos adorei.

‘O Último Adeus’ conta-nos a história da Lex, uma menina de 18 anos a terminar o último ano do secundário que à apenas sete semanas acabou de perder o seu irmão mais novo que se suicidou. A partir desse dia tudo muda. Ela muda, a mãe afunda-se na tristeza, a relação com o pai só piora. Porque perder alguém tão próximo sem uma razão aparente não é fácil. E é aí que o terapeuta da Lexie lhe vai sugerir que ela escreva um diário e onde ela vai começar a exorcizar algumas das questões na vida dela.

Eu gostei muito deste livro, sente-se uma verdade nestas páginas que raramente se sente em livros YA. Fala de um tema difícil, o suicídio. E o suicídio sem razão aparente e que deixa mágoa e muitas perguntas por responder. Gostei deste toque, nem sempre as acções das pessoas têm de ter um significado ou uma razão, às vezes somos nós humanos que tentamos que tudo tenha uma razão, mas ela nem sempre existe. Ou se existe nem sempre necessitamos de a saber. O problema reside sempre em quem fica sem essas respostas, como se saber o porquê aliviasse alguma coisa. Lexie e a sua mãe ficam a sofrer por tudo, pelo acontecimento, pela perda de um ente querido, e por essa falta de razões. E reerguer-se, voltar a ter vontade de viver, de trabalhar, de estudar, de seguir em frente nem sempre é fácil. E este livro aborda-o de uma maneira brilhante, não as tornando miseráveis de mais nem positivas de mais, a autora tornou-as reais e essa é para mim a maior diferença do livro. Talvez por a autora ter passado por um acontecimento igual, tenha conseguido passar para o papel essa realidade que é o que é, e que muitas vezes é deixada de lado por muitos autores YA.  

Temos várias personagens neste livro e confesso que me apeguei à personagem principal. Ela sofre com tudo o que aconteceu porque ela era a irmã mais velha, ela devia estar atenta, ela devia o ter protegido e não o conseguiu fazer. Carregar essa dor não é fácil. Todos sabemos que entre irmãos irá sempre haver um laço que nos une e não saber o que causou tamanha decisão vai sempre marcar-nos. Ela claro acaba um pouco revoltada, a tomar decisões não tão coerentes, mas que no fundo não deixam de ser reias. 

A escrita da autora é fantástica, tanto que quando peguei a sério no livro o devorei em dois dias, tal era a vontade de descobrir como as coisas se tinham solucionado, como a escrita é tão envolvente que nos leva a ligar-nos à história. Este é um livro sobre a morte e aquilo que ela significa para nós, mas também como superarmos esse acontecimento na vida, como entendermos que alguém decidiu tirar a vida quando ainda tinha tanta pela frente. É por isso um livro que só posso recomendar.

Deixo-vos o vídeo que fiz onde falo mais da minha opinião sobre este livro.  



Um livro que recomendo muito.

Sem comentários :

Enviar um comentário