OSCARS 2017 | OS VENCEDORES

Este ano em comparação com o ano passado sentia-me mais que confiante com estes oscars e confesso que os vencedores não me surpreenderam por aí além, a não ser uma ou outra categoria, consegui antever a maioria dos vencedores, e isso quer dizer que começo a entender melhor o esquema e a apreciar cada vez mais o cinema. Depois de ver quase todos os filmes, de ter feito aqui opinião no blog e de ter feito as minhas apostas tinha que vir aqui falar sobre os vencedores.

Moonlight ganhou a maior estatueta da noite, após uma das maiores gaffes dos oscars de sempre. Não era o meu favorito ao Oscar, mas também não queria que La La Land ganhasse e por isso quando percebi que afinal era Moonlight não podia ficar mais contente. Fez-se história com um filme de negros, homossexualidade, carência e amor. E por isso fiquei contente com o Oscar de melhor filme. 

Suicide Squad ganhou o Oscar para melhor maquilhagem, quando claramente quem merecia era Star Treck. Fantastic Beasts ganhou o oscar para melhor Guarda-Roupa e eu fiquei muito feliz. O. J. Made in America ganhou o Oscar de Melhor Documentário e era o meu favorito, porque é realmente um documentário muito completo e que vale  muito a pena ver. The Jungle Book levou o oscar de melhor efeitos visuais e muito merecido, porque é um filme fantástico. Já Kubo, outro dos meus favoritos, acabou por não levar nada para casa. De um modo geral consegui acertar em quase todas as categorias, e se não estavam do lado dos que eu achava que iam ganhar estavam do lado que eu queria que ganhasse, e por isso fiquei feliz com a atribuição dos prémios. La La Land acabou por levar só seis estatuetas no conjunto das 14 nomeações. Ganhou o Oscar de Melhor Fotografia o que me deixou um pouco fula porque filmes como Silence ou Arrival mereciam muito mais.

Emma Stone acabou por ganhar o Oscar de Melhor Actriz Principal o que me deixou mesmo fula. Na minha opinião não mereceu. Não que ela tenha estado mal, mas para mim não foi interpretação digna de arrecadar o Oscar, e foi assim a maior desilusão da noite.

Para compensar Viola Davis ganhou o prémio de Melhor Atriz Secundário e foi mais que merecido, num papel que mais parecia a de uma actriz principal. E o discurso com que nos presenteou foi um dos pontos altos da noite. Carregado de sentimento e de alegria. 

E eu não podia estar mais feliz por Casey Affleck ter levado o Oscar de Melhor Actor Principal. Era quem eu queria que tivesse ganho porque simplesmente ele fez-me adorar o filme, fez-me sentir a dor e a tristeza que ele estava a transmitir. Foi talvez o prémio mais mixed feelings para muitos por causa de todos os escândalos em que ele se tem vindo a envolver. A minha opinião é muito sincera, neste campo eu só o estou a avaliar como actor e nesse campo ele esteve brilhante e à altura de ganhar um Oscar. Agora tudo o resto que ele possa ter feito cabe à justiça e aos tribunais decidirem e condenarem o Casey por aquilo que possa ter cometido. Não concordo com as atitudes que ele possa ter tido e não desculpo esse tipo de comportamentos em homem e mulheres. No entanto e no campo profissional ele esteve fantástico e não concordo que ele não merecesse o prémio. 

Foi uma gala muito interessante ao incluir mais nomeados de cor e por ter atribuído o maior prémio a um filme em que todo o elenco é composto apenas por pessoas negras. Estamos numa época de mudança e isso também se tem visto na Academia o que é muito bom. Agora resta-nos esperar mais um ano e ansiar pela próxima cerimónia.

E vocês? Gostaram dos vencedores?






Sem comentários :

Enviar um comentário