Com tecnologia do Blogger.

CINEMA | THE DRESSMAKER, THE CHOICE, DATE AND SWITCH, BURNT

O ano passado foi um bocadinho complicado para mim em termos de tempo. Estava a habituar-me a trabalhar a tempo inteiro, e conseguir dividi-lo com a minha vida pessoal, as visitas à família, as saídas com os amigos, os passeios e claro o blog e o canal. Se por um lado até conseguir alimentar o canal de uma forma regular e aqui o blog acabou por ficar mais paradito. Tenho algumas opiniões em atraso e muito sinceramente não sabia se era uma coisa que ainda vos interessasse. Perguntei no facebook e no twitter do blog e muitos de vocês foram receptivos à ideia de eu ainda vos dar por aqui as minhas opiniões. Por isso decidi que ainda valia a pena e aqui estou eu a começar uma jornada que será a de vos trazer as opiniões de 2016. Vou dedicar os fins de semana a isso e por isso, num dia a opinião será de algum livro, no outro de algum filme. Hoje trago-vos a minha mini opinião de quatro filmes que acabaram por não me marcar muito. 



The Dressmaker (2015)
Pela premissa que o filme apresentava pensei que o ia adorar, mas não foi isso que aconteceu. O filme apesar de interessante acabou por não me cativar. Passado na Austrália, o filme conta-nos a história de uma modista que depois de ter sido expulsa da sua terra natal, após ter "supostamente" cometido um crime terrível, regressa em busca de vingança. Mas como em todas as histórias, rapidamente se apercebe que a vida não é preto e branco. Um filme com humor, romance e a dose certa de raiva e vingança perde pela falta de força e de fúria nos personagens. Um ponto positivo acaba por ir para o guarda roupa que está muito bem tratado.











The Coice (2016)
Sou uma grande fã assumida do Nicholas Sparks e depois de ter lido o livro que deu origem a esta adaptação eu tinha mesmo que ver o filme. Mas confesso que o filme me desiludiu muito. No fundo não adorei a adaptação e a forma como a mesma foi feita, também não adorei a escolha de actores, não conseguiu me transmitir tudo aquilo que o livro me tinha transmitido e acho que as pequenas alterações à história contribuíram muito para isso. Tem a vibe que a maioria dos filmes baseados nos livros do autor têm, mas não é definitivamente o seu melhor.














Date and Switch (2014)
Apanhei este filme meio que por acaso e como gostei do trailer decidi vê-lo. O filme conta a história de quatro jovens na sua descoberta pelo amor e pela sexualidade, de repente acabam por trocar um bocadinho de posições e descobrir o amor em lugares e pessoas que antes poderiam achar impossíveis. É um filme fofo e divertido, que no fundo até apresenta uma história com alguma lição, mas que serve no seu propósito de entreter. 












Burnt (2015)
Não sei bem porquê mas gosto muito de ver filmes em que o Bradley Cooper entre. Por isso mesmo quando vi que ele tinha feito um filme sobre um chef de alta cozinha soube logo que o tinha que ver. Para quem não sabe eu adoro cozinha e tenho algum fascínio pela vida de um cozinheiro profissional. Este filme conta-nos então a história de um chef profissional que acaba por ter um esgotamento devido à sua vida e após uma pausa um pouco forçada é-lhe dada uma segunda oportunidade que ele não pode mesmo desperdiçar. Gostei do filme porque nos mostra mesmo como é a vida de um cozinheiro e, acima de tudo o desgaste e o stress de alguém que quer chegar ao topo. Um filme que recomendo. 








E vocês? Já viram algum deste filmes?

Sem comentários