PHOTOGRAPHY | LISBOA - A BAIXA

Como vos disse há coisa de dois meses tive que me mudar. E mudei-me de armas e bagagens para a capital. Como não conheço bem esta cidade, decidi que este tempo que cá vou estar vai ser aproveitado para fazer isso mesmo, conhecê-la. Tenciono por isso registar aqui no blog esses momentos. Uma espécie de diário de bordo. Uma das minhas primeiras paragens foi precisamente uma das minhas partes favoritas da cidade. Conhecia-a pela primeira vez há dois anos, quando vim a Lisboa ao encontro de booktubers e já na altura tinha-vos mostrado o meu retrato fotográfico aqui. Desta vez fui com calma, aproveitei cada cantinho, descobri coisas novas, e deixei outras tantas para visitas futuras. Hoje falo-vos da baixa de Lisboa.

A Praça do Comércio, mais conhecida por Terreiro do Paço, é uma praça na baixa de Lisboa situada junto ao rio Tejo, local este que já foi inclusive a residência dos Reis de Portugal. É hoje em dia ocupada por  vários ministérios e outros departamentos governamentais, sendo uma das maiores praças da Europa. Reconstruída após o terramoto de 1755, decidiram na altura edificar nela uma estátua do Rei D. José I, rei à altura e que é hoje o ponto central da praça. É para mim um dos espaços mais bonitos de Lisboa por aliar dois grandes espaços, o rio e a cidade, para além de aliar uma bonita arquitectura com a luz fantástica que a cidade tem. 

Saindo do Terreiro do Paço entramos na tão emblemática Rua Augusta, rua de comércio é um local bem movimentado, cheio de turistas e habitantes locais que aproveitam o local para fazer as suas compras.

É numa das laterais desta rua que se situa um dos monumentos mais emblemáticos da cidade o Elevador de Santa Justa ou Elevador do Carmo. Este elevador foi construído com esse mesmo propósito, elevar as pessoas do ponto mais baixo, a baixa, para um ponto superior da cidade, facilitando a vida às pessoas. É hoje em dia um local de grande turismo pelo seu aspecto arquitectónico, mas também pela vista que proporciona. Um monumento que vou querer com certeza visitar.

Nesta minha primeira visita a sério à cidade visitei também um pouco do Chiado. Local conhecido por ser um dos locais de muita afluência dos grandes escritores e homens das artes da época e onde hoje se podem apreciar vários monumentos em sua homenagem, como a Camões ou a Fernando Pessoa. É por aqui também que se situam vários dos teatros mais conhecidos, que infelizmente ainda não tive oportunidade de conhecer mas que não me vão escapar.

Gosto cada vez mais desta cidade, que alia o antigo com o moderno. Que transborda luz em todos os recantos. Que é bonita por dentro e por fora. E que nos faz querer voltar vezes e vezes sem conta.

Vemo-nos noutro recanto da cidade.

1 comentário :