Com tecnologia do Blogger.

CAFÉ VIRTUAL | O NOVO ANO DE 2016

Nunca fui uma pessoa de me reger muito por objectivos e desafios. Nunca fui pessoa de os escrever num local especifico e passados 12 meses lá ir verificar se os tinha efectivamente cumprido ou não. Claro que para mim ano novo significava mudança, novos sonhos e novas metas, mas apesar de eles existirem na minha cabeça nunca foram uma coisa muito obrigatória para mim. Foi mais ou menos sempre assim. Até que de há uns dois anos para cá eu me vi a estabelecer muitas metas e objectivos tanto na minha vida pessoal como profissional. Queria que as coisas acontecessem e acontecessem daquela forma. Só que a vida nem sempre corre como nós planeamos e no final de 2015 apercebi-me que não podia continuar assim, que não devia ser tão rígida nas minha metas e sonhos, que devia viver um pouco ao saber da maré e não me desapontar quando não consigo atingir os meus objectivos. 2016 vai ser por isso um ano de mudança. 

Comecei logo por não querer estabelecer nenhuma meta na minha vida. Este ano quero ser surpreendida com aquilo que a vida tem para me dar. Viver um dia de cada vez e aproveitar ao máximo o dia presente sem estar a pensar muito no amanhã. É claro que os meus grandes objectivos e sonhos também continuam presentes, mas estão na minha cabeça. Sonho com eles, não vivo obcecada por os conquistar. Quero este ano aproveitar as pequenas coisas da vida e caminhar para alcançar as minhas grandes metas.

Mas se por um lado decidi não estabelecer metas este ano porque raio não fiz o mesmo quanto aos livros? Porque para mim na realidade eu também não estabeleci metas literárias. Aquilo que estabeleci foi na realidade linhas orientadoras que eu quero seguir. Longe vai o tempo em que eu se não conseguia ler os 50 livros por ano ficava chateada. Aprendi com o tempo que não conseguir chegar lá não é defeito é pura e simplesmente não ter conseguido chegar lá. E por isso este ano decidi sim me propor determinados desafios como o de ler 50 livros e o de ler um clássico por mês, mas que são meros desafios. Se no dia 31 de Dezembro de 2016 chegar à conclusão de que não consegui cumprir os desafios pelo menos terei a certeza que me diverti durante estes 366 dias a ler, ver filmes e séries. E que no final serei com certeza uma pessoa melhor e mais feliz. 

Em 2016 tenho a certeza que vou tentar ser uma pessoa feliz, despreocupada com metas e desafios e mais atenta a viver a vida ao máximo com as pequenas coisas que ela me dá. Porque a vida é melhor aproveitada quando apreciamos as pequenas surpresas que ela nos dá.

O Café Virtual é um projecto desenvolvido por mim e pela Catarina do blog Sede de Infinito e que vai consistir em posts com debates de temas. Todos os meses iremos trazer posts com a discussão de um tema do ponto de vista de cada uma de nós. Por isso espero que gostem e não se esqueçam de visitar o post da Catarina aqui.


2 comentários

  1. Acho que fazes muitíssimo bem! ;D ter metas e planos é algo bom, pois temos um objetivo para o qual lutar e temos o caminho traçado para o alcançar, mas por vezes é bom desviarmo-nos da rota e ver que surpresas a vida nos reserva!
    Até porque ter muitos planos nos deixa frustrados quando não os atingimos ou não corre tudo como planeamos, por isso temos de ser mais flexíveis!!
    Desejo-te um ótimo ano!!! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo..
      Obrigado.. e para ti também.. um óptimo ano..
      Beijinhos*

      Eliminar