BOOK | ME AND EARL AND THE DYING GIRL

Há livros que nos são misteriosos pela sua capa e pela sua história. São livros sobre os quais nunca quisemos saber muito porque sempre achamos que não iríamos gostar. Até ao dia em que pegamos neles e somos totalmente surpreendidos por aquilo que encontramos nas suas páginas. Isto foi o que me aconteceu com este livro, um mundo totalmente desconhecido até ao dia em que peguei nele e fui completamente arrebatada.

Greg é um rapaz que está neste momento no último ano do secundário. Ao contrário da maioria dos seus pares ele não tem muitos amigos e não pertence a nenhum grupo predefinido pelos jovens. No meio disto tudo ele só tem um amigo, o Earl, com o qual ele produz filmes caseiros e eles apenas estão juntos para produzir tais filmes. A vida do Greg corria bem até ao dia em que a sua mãe lhe conta a notícia que uma das suas amigas de infância tem Cancro e que ele como amigo que é devia-lhe fazer uma visita. Só que ele não fica lá muito animado com essa ideia porque ele nunca sabe o que dizer nestas situações, muito menos ser amigo de alguém, coisa que ele também não sabe como ser. Só que com o passar do tempo e mesmo à sua maneira eles vão ficar amigos e os filmes caseiros vão ser um grande aliado dessa amizade.

Confesso que nunca tinha ligado muito para este livro, não sei porquê nunca lhe tinha dado o devido crédito. Mas agora com o lançamento do filme o trailer acabou por me conquistar e a vontade de ler o livro surgiu de imediato. Não sabia de todo ao que ia, porque o trailer acaba por nunca nos revelar a imensidade da história e por isso quando comecei a ler disse logo para mim mesma, mas porque é que nunca tinha pegado neste livro. É com certeza das histórias mais diferentes que já li, tanto pela história em si como pela escrita do autor. O livro é narrado pelo Greg na primeira pessoa, e é ele que nos vais relatando o seu dia-a-dia, o seu passado e aquilo que ele nos quer transmitir com a escrita deste livro. Ele não é definitivamente igual aos outros. Na cabeça dele tudo gira em torno de um filme, até a escrita dos diálogos que vão acontecendo na história. Tudo para ele é levado na brincadeira e o livro é pautado por muito humor. Mesmo nas partes mais pesadas o autor conseguiu que as mesmas não ficassem lamechas, mas sim reiais, Porque nós, tal como Greg, também nunca sabemos o que dizer em situações delicadas, muito menos a pessoas que estão a morrer. Mas é o convívio com essas pessoas que nos mostra como nos devemos comportar.

Este livro, para mim, vai muito além do típico livro de adolescentes ou do livro da menina que tem cancro. Este livro aborda tantos temas que nos coloca a pensar do início ao fim do livro nos nossos próprios problemas. É um livro divertido, que nos vai arrancar muitas gargalhas, mas que também nos irá colocar a lágrima ao conto do olho e com o qual muitas pessoas se irão identificar. É por isso uma grande recomendação minha.


Título: Me and Earl and the Dying Girl AutorJesse Andrews ISBN9781760290450
EditoraAllen & Unwin Páginas: 304 páginas Formato: E-Book

Classificação Diário da Chris: 4/5 estrelas

2 comentários