Com tecnologia do Blogger.

CINEMA | LOVE, ROSIE

Sou fã de comédias românticas. Histórias que me façam sorrir e sonhar. E eu já sabia que "Love, Rosie" me ia proporcionar esse momento. Quando soube que mais um romance da Cecelia Ahern ia ser adaptado ao cinema fiquei logo com curiosidade para o ver, mas o meu dilema era se lia o livro primeiro ou se via logo o filme. Como a compra do livro não estava para breve decidi mergulhar logo no filme e não me arrependo nada. Este é um filme leve e divertido, óptimo agora para uma tarde de verão.

Rosie e Alex são melhores amigos desde os cinco anos, portanto, era impossível tornarem-se namorados... ou será que não? No que diz respeito ao amor, à vida e em tomar decisões acertadas, estes dois são os piores inimigos de si próprios. Aos 18 anos deixam passar a oportunidade... e a vida troca-lhes as voltas, deixando-os separados por um oceano.

Como perceberam pela sinopse deste filme ele é essencialmente sobre as oportunidades da vida. A Rosie e o Alex são os melhores amigos desde a infância e desenvolvem entre eles a melhor das amizades. Só que com o passar do tempo o que à primeira vista era apenas uma pura amizade pode ser muito mais. Mas a vida gosta de pregar partidas e eles nunca conseguiram também agarrar as oportunidades que foram tendo para agarrar o grande amor que existia entre eles.

Esta é a típica comédia romântica cheia de amor, encontros e desencontros, comédia e algum choro. Mas não só. Aborda temas muito interessantes como a gravidez na juventude.  A classe média na Inglaterra. A busca de um sonho quase inalcançável e de tudo aquilo que alguém passa para lá chegar.

Pelo que li o livro e o filme são um pouco diferentes porque a linha temporal não é a mesma. No filme apenas são retratados mais ou menos 15 anos da relação deles, enquanto que no livro a linha temporal vai até à idade mais adulta dos protagonistas. E acredito que no livro tenhamos uma visão ainda maior dos temas abordados e de tudo aquilo que eles implicaram na vida dos protagonistas. No entanto como filme acho que conseguiram passar toda a mensagem que a autora tinha impresso no livro.

A única crítica que faço ao filme foi a caracterização dos actores que acabou por ser muito pobre acabando depois por afectar a credibilidade enquanto linha temporal porque eles passam. Porque no filme os actores escolhidos para interpretar a Rosie e o Alex têm a mesma aparência quando têm 18 anos e 35 anos. No entanto para mim este filme conta com a melhor interpretação da Lily Collins que já vi num filme. 

É daqueles filmes que nos vai colocar irritados porque tanto encontro e desencontro não pode ser possível. Mas depois o nosso coração vai-se derreter porque vamos torcer o filme todo por um final feliz. E por isso é um filme que recomendo muito. 


Image Map

5 comentários

  1. Estou muito curiosa para ver este filme, já ouvi falar bem dele e tu és mais uma a fazê-lo! Ah e adorei o teu blogue!

    http://myown-anatomy.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Recomendo muito para quem gosta assim de comédias românticas.. :D
      Beijinhos*

      Eliminar
  2. Parece mesmo giro!! :D
    Já adicionei à lista!
    Beijinhos!!

    ResponderEliminar
  3. Já vi este filme há uns meses e adorei!!! Fiquei muito surpreendido porque antes de ver pensei que fosse ser um filme como os outros e que ia simplesmente gostar mas acabei por gostar muito mais do que estava à espera!
    Um ponto positivo do filme é que ele avança a história muito rapidamente o que faz com que não seja muito parado! :)

    johnsreportblog.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gostei muito.. :D
      Sim a questão do tempo passar rápido também foi uma coisa que gostei, não deixa o filme muito parado..
      Beijinhos*

      Eliminar