PLAYLIST | FEBRUARY 2015

Há momentos em que só me apetece desaparecer. Deitar-me debaixo dos cobertores e aninhar-me. Longe de tudo. Do bom e do mau. Daquilo que me assombra. Há momentos assim, em que só nos apetece estar longe, como se o mundo fosse um bicho papão. Raramente estou assim, mas quando estou é-me difícil sair e começar de novo. Porque deixar para trás pessoas, sentimentos, memórias, lugares, cheiros não é fácil. Sei que são coisas que ficarão para sempre comigo mas é sempre difícil deixá-las nem que seja por um segundo. É-me difícil porque quando me apego a algo ou alguém a despedida nunca é fácil. O tempo cura mas felizmente não apaga. 

picture by: pureblyss

Image Map

2 comentários