BOOK | 172 HOURS ON THE MOON

Este foi daqueles livros que mal saiu eu fiquei logo com imensa curiosidade. Fala sobre uma expedição à lua e eu como amante das coisas do espaço fiquei logo curiosa. O que é certo é que apesar de retratar um tema que gosto muito não superou as minhas expectativas.
Neste livro a NASA está a preparar uma expedição à Lua por "supostamente" ser lá que se encontram alguns minerais que a Terra está a precisar. Mas, devido a uns acontecimentos passados a NASA não consegue os patrocínios necessários para realizar a expedição. Acabam assim por ter uma ideia que poderá ser a solução para todos os seus problemas. Lançarem um concurso internacional onde três jovens de todo o mundo tivessem a oportunidade de acompanhar esta expedição à lua. Tal concurso tão inovador não só desperta a curiosidade de toda a população da terra como dos patrocinadores. Assim, a expedição é aprovada, três jovens seleccionados e toda a campanha em volta da missão elaborada. O que acontece depois que a nave espacial arranca só saberão quando lerem o livro.

Já vos disse que peguei no livro com imensa curiosidade porque retrata um tema que gosto muito. Para além disso o livro prometia uma aura de mistério e até algum terror, o que ainda me aguçou mais curiosidade. O livro começa por nos colocar a par do porquê daquela expedição, dos prós e dos contras e da ideia do concurso que levaria três adolescentes ao espaço. Todo este início, a escolha dos três jovens, as suas histórias e o que os fez candidatarem-se foram partes que eu estava a gostar muito. Mas depois quando eles são levados para a NASA para treinar e quando efectivamente vão para a Lua, o meu encanto pelo livro começou a decair. Primeiro porque achei o livro bem rápido, porque se no começo o autor ainda esteve com calma para contar as histórias dos três participantes, quando eles chegam à NASA a história apanha um ritmo e o autor abranda nos pormenores que nos dá de toda a expedição. No fundo o que eu queria era que o autor nos mostrasse com mais profundidade tudo aquilo que se estava a passar quer tanto do lado da expedição da NASA, como os seus objectivos, os sentimentos dos astronautas, os preparativos, mas também do lado dos adolescentes. Eles eram crianças que iam pela primeira vez ao espaço, deviam ter imensas dúvidas, medos, desejos e, acho que nesta fase o autor apenas nos contou a superfície de tudo aquilo que eles estavam a passar. E o mesmo acontece quando eles chegam à Lua. Tudo aquilo que nos é contado é muito pouco para tudo aquilo que nos poderiam ter contado e até abordado no livro.

No geral eu não desgostei da ideia do livro, acho até uma ideia original mas que para mim foi mal aproveitada, no sentido de que o autor podia ter aprofundado muito mais a história e torná-la uma história muito maior e com muito mais suspense.

No entanto existiu uma coisa que eu adorei neste livro, que foi a sua edição e, que apesar de eu o ter lido em e-book a experiência de leitura foi maravilhosa na mesma. O livro é recheado com imagens que vão desde as propagandas que a NASA vai enviando ao mundo com mesnagens e alertas para que os jovens se inscrevessem no concurso. Tal como as imagens da própria Lua que vão ilustrando aquilo que nos vai sendo relatado. No fim esta foi uma das partes que me fez gostar um pouquinho mais do livro.

Eu recomendo o livro, apesar de não o ter adorado, pois acho que em certos aspectos é um bom livro.

Nome: “172 Hours on the Moon” Autor: Johan Harstad ISBN: 9781907411519
Páginas: 368 páginas Editora:  ATOM


REDE SOCIAL REDE SOCIAL REDE SOCIAL REDE SOCIAL REDE 
SOCIAL REDE SOCIAL REDE SOCIAL

4 comentários :

  1. Tinha ouvido falar mesmo bem deste livro, mas assim cedo acho que tão cedo não pego nele :S

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu recomendo na mesma.. acredito que a maioria vá gostar do livro.. mas realmente não superou as minhas expectativas.

      Eliminar
  2. Este era um livro que me despertava alguma curiosidade mas também esperava que aprofundassem mais a parte na Lua. Assim, acho que vou deixar passar ;) Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá-lhe uma oportunidade.. :P
      A mim acabou por me desiludir um pouquinho porque estava mesmo à espera que explorassem mais o espaço e tudo que o envolvia..
      Beijinhos*

      Eliminar