Com tecnologia do Blogger.

BOOK | TO KILL A MOCKINGBIRD

Este era daqueles clássicos sobre os quais eu pouco sabia, mas do qual tinha uma enorme curiosidade para ler. É daqueles livros que nós de tanto ouvirmos falar bem acabamos com curiosidade para o ler. E não é que eu acabei por adorar o livro?

A história é narrada pela Scout Finch, uma menina, maria-rapaz de 7 anos, que tem um irmão e melhor amigo o Jem. Juntos vão crescendo e criando entre eles um laço muito grande. O pai deles, Atticus, é um advogado viúvo e vive para criar os seus filhos de uma forma bem invulgar para a época. Ele deixa-os bem à sua vontade, tratando-os sempre com o maior respeito e como se de adultos se tratassem e o carinho e amor entre os três é um ponto muito forte no livro.

A narração da história vai sendo feita pela Scout. Tudo o que ela vai vendo, sentindo, ela vai transmitindo ao leitor. Inicialmente o maior dilema do livro era o habitante de uma casa que ficava na rua que ela e o Jem utilizavam para ir para a escola. O maior mistério está no facto de o dono da casa e suposto habitante nunca ter sido visto. Este será um dos mistérios e uma das maiores aventuras que ocorrerá ao longo do livro, tanto que também eu fui ficando muito curiosa com este mistério todo.

Mas não será só esta história que o livro retrata. A maior história do livro ocorre quando o Atticus é escolhido para defender em tribunal um negro acusado de violar uma rapariga branca. Ao longo do livro é então retratada a segregação racial, ao constatarmos que pretos e brancos não se misturavam, não viviam no mesmo lado da cidade, tinham igrejas próprias e até nem circulavam nas mesmas ruas. Quando o Atticus aceita defender um negro, a família dele irá sofrer um pouco, pois ele não devia ter aceite tal cargo, mesmo quando a maioria das pessoas sabiam que o mesmo era inocente, achavam que merecia estar preso. Coisa que Atticus não concordava.

Scout e Jem vão assim questionar o porquê de todo aquele processo e acima de tudo o porquê de toda a gente se ter virado contra eles. Porque a educação deles dada por Atticus tinha sido no sentido de que somos todos iguais independentemente da cor, raça ou credo.

Comecei a ler este livro de forma despretensiosa e sem saber bem o que iria encontrar. E fui encontrar um livro maravilhoso. A escrita da autora é tão deliciosa que me prendeu ao livro primeiramente por ela. Depois, os temas abordados pela autora são realmente importantes e que não se focam apenas no racismo, abrangendo também a educação, o respeito, a diferença, a amizade, o amor. Temas esses espelhados no olhar de uma criança de 7 anos, o que nos impacta ainda mais, porque para além de ela ter atitudes e brincadeiras de criança, quando tinha uma opinião sobre algum tema lutava para defender sempre a sua posição. E quando queria algo ou saía em defesa de alguém acabava sempre por conseguir aquilo que queria, demonstrando que a educação dada por Atticus era uma boa educação e que quando queremos algo devemos lutar por isso com todos as nossas forças.

É daqueles livros que recomendo por tudo. A história, as personagens e a escrita da autora. E talvez seja esta última que eu mais tenha gostado. Realmente a escrita da autora surpreendeu-me imenso pela positiva, sendo leve, divertida e deliciosa, ao ponto de me prender sempre à narrativa. Por outro lado confesso que não seja também livro que irá agradar a toda a gente pois a escrita apesar de deliciosa contrasta com partes da narrativa mais lentas o que atrasa o ritmo de leitura. E por outro lado a história em si não é nada de extraordinário nem de outro mundo. É uma história simples mas carregada de emoção e acima de tudo de ensinamentos.

Eu adorei o livro e recomendo sem sombra de dúvidas.


Nome: “To Kill a Mockingbird” Autor: Harper Lee ISBN: 9780099549482
Páginas: 320 páginas Editora: ARROW BOOKS LTD
 
 

3 comentários

  1. Em primeiro lugar, deixa-me dizer-te que sigo o teu blog há imenso tempo e sigo o teu instagram também (@catiascalmeida)! No entanto, venho aqui porque estou a fazer uma venda de livros e como apaixonada por livros talvez algum te interesse. Desculpa, se isto tudo for muito inapropriado mas neste momento é mesmo importante que eu venda os meus livros e explico porquê aqui: http://24rc.blogs.sapo.pt/where-to-middle-east-38425
    Obrigada desde já pelo teu tempo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Ok.. vou lá dar uma espreitadela.. e obrigado por te teres lembrado de mim.. :D
      Beijinhos*

      Eliminar
  2. A tua edição é linda! Eu também li, li o ano passado e adorei. É uma daquelas lições que fica para a vida, assim como o livro.

    Já te estou a segur, se quiseres dá um saltinho no meu:
    oh-my-lover.blogspot.pt

    ResponderEliminar