BOOK | 1984

1

Nome: "1984"

Autor: George Orwell

Editora: Signet Classics

ISBN: 978-0-451-52493-5

Estrelinhas: 4/5

Sinopse: Aqui

Opinião:

O livro “1984” conta a história de um futuro distópico, onde a liberdade e a privacidade são valores negados. O partido e o Big Brother tudo controlam, tudo veêm e tudo sabem. O passado é constantemente alterado, moldando a história conforme vai sendo útil ao Partido.  A sociedade é moldada em volta do poder, mesmo que para isso o Partido tenha de manipular as pessoas.

Neste país, existe o partido, cuja face mais conhecida é a do Big Brother. O partido tem diversos ministérios que vão controlando o país, temos o Ministério da Verdade, o Ministério da Paz, o Ministério do Amor e o Ministério da “Economia”. Os cidadãos são controlados mais específicamente através de ecrâs que estão espalhados por todo o lado, em casa, no trabalho, nas ruas da cidade, ou seja, tudo o que os cidadãos fazem é controlado pelo partido, o que fazem, com quem fazem, com quem falam, tudo é controlado. Neste mundo, as crianças são um grande aliado do Partido, cedo elas vão para uma escola de espiões, onde elas aprendem a detectar tudo o que possa incriminar as pessoas, e depois denunciar ao Partido. Ao longo do livro vemos diversas pessoas a serem entregues ao partido pelos próprios filhos.

2

Neste livro vamos acompanhar a vida de Winston Smith. Ele trabalha para o partido, mudando o passado. A ele chegam notícias, pafletos, registos de pessoas, que são precisos apagar e voltar a escrever com toda a informação que o partido quer que contenha de novo. Mas, apesar de ele ser um trabalhador do partido ele é das poucas pessoas que questiona tudo o que se passa neste mundo. O porquê de as pessoas serem vigiadas, o porquê de não haver liberdade. Quem é o Big Brother.

O problema nesta sociedade, é que o Partido exercia tanta pressão sobre as pessoas, mundando constantemente o passado, estando constantemente a dar comunicados através dos ecrâs, que as pessoas começaram a acreditar em tudo aquilo que o partido dizia e começaram a acreditar nisso. Então tudo aquilo que o partido dizia e fazia era o que estava certo, mesmo que isso implicasse que 2+2=5, ou que as pessoas fossem presas e mortas por causa dos próprios filhos.

3

Winston vai começar a questionar tudo e todos e, vai começar a procurar uma forma de solução para as coisas. Entretanto ele conhece Julia, uma outra funcionária do Partido e entre eles vai nascer um romance. Devo dizer-vos que não gostei nada do romance. Muito sexo e pouco amor. E muito do que para mim se transpareceu foi que o Winston usou mais o amor como forma de procurar a tal libertação da opressão sofrida por causa do Partido. Apesar de o George Orwell tentar que o amor fosse credivel, para mim não o foi.

Eu gostei do livro, não tanto pelo romance ou pela luta do Winston em mudar as coisas, mas sim pelo mundo que o Orwell criou, pelo sistema da sociedade, e pela organização do Partido. Gostei porque apesar do título, 1984, o livro foi escrito muito antes em 1948. Esta história fez-me muito lembrar o tempo da ditadura que Portugal viveu com Salazar. Onde as pessoas viviam oprimidas, onde tudo se sabia, e onde as pessoas também não podiam dizer nem pensar tudo o que queriam. Apesar de não sermos vigiados por ecrâs, tinha-mos a polícia política, a PIDE, que tudo escutava e quando sabia que alguém tinha cometido um crime, ou que poderia ter cometido, não hesitava em prendê-lo e torturalo até que confessasse, quer tivesse cometido quer não.

Winston vai sofrer do mesmo. No fim do livro ele é apanhado, preso e torturado até demonstrar o seu amor pelo Big Brother, e devo confessar que foi a parte do livro que  menos gostei.

Gostei muito do livro. E agora percebo de onde surgiu o conceito do Big Brother enquanto reality show.

Dou-lhe quatro estrelas apenas porque não gostei do romance, e do final.

E se quisrem saber mais sobre o livro vejam o vídeo..

[youtube=http://youtu.be/R2nJbqDlhVE]

4 comentários :

  1. Já dei a minha opinião no Youtube mas vim aqui acrescentar que estás de parabéns pela crescente qualidade técnica dos vídeos e posts:) Bjs

    ResponderEliminar
  2. Também me decepcionei com o romance. Fiquei muito frustrado com o fim. Não sei se ocorreu o mesmo com você, mas o fim estava me desapontando de tal forma que eu não acreditava que as páginas estavam acabando sem uma reviravolta. Pelo conteúdo histórico e político criado por Orwell cinco estrelas com certeza. Mas o romance foi decepcionante, pelas lembranças da infância de Winston e pelo gelo de seu relacionamento com Júlia, defino o mesmo como um personagem mau-caráter. Mas na maioria das vezes na vida real as histórias não possuem um final feliz, então... Parabéns por seu tópico sobre o livro.

    ResponderEliminar
  3. Sim este livro pelo conteúdo histórico e distópico é muito bom.
    Já a história em sua volta como o romance eu não gostei tanto..
    Obrigado.. :D

    ResponderEliminar